Não estava planeado

Não estava planeado sentir coisas por ti. Coisas que nem eu sei descrever o que são. A verdade é que estava parada no vazio, suspensa pela credibilidade de que não tão cedo ia voltar a encontrar alguém.

E é aí que apareces tu. E nem imaginavas o impacto que ias causar em mim.

O único problema é que eu não quero. Não me quero prender a ninguém, não me quero arrepender e não quero sofrer. Quero continuar suspensa. Suspensa, sim, mas sem dor.

O pior é que também posso acabar por te magoar. Mereces tão melhor do que eu, alguém que te agarra com segurança e sem desconfiança.

Alguém com certezas.

Porque só estou certa de que sou incerta. E só tenho certezas da minha incerteza.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s