A mulher e o amor aos olhos de Camões

Nas  aulas de Português estamos a estudar a lírica Camoniana, com os seus vilancentes e endechas (medida velha),mas o grande foco cai sobre os sonetos (medida nova). E por isso decidi escrever um pouco da minha opinião 🙂

De início nunca pensei apreciar tanto esta matéria. No entanto, Camões demonstrou-se um poeta incrível no que toca a representar a admiração do sujeito poético pela figura feminina. Podemos destacar uma influência clássica,principalmente na descrição da mulher. Francesco Petrarca (poeta italiano do século XVI que, com os novos modelos da sua poesia,influenciou decisivamente a produção lírica europeia dos eu tempo) foi grande inspiração para o poeta, pois também as características da mulher presentes nas suas obras fazem dela algo divino, imensamento belo e digno de uma perfeição tanto física como espiritual.

Nos poemas Camões representa então o encanto e paixão incontrolável do sujeito poético pela sua amada. Desejáva-a e sentia por ela um amor sensual (relativamente ao físico) e platónico,espiritual (referente ao psicológico).

Mas seria este sentimento algo unicamente positivo?

Ao longo dos sonetos, na maioria deles,descrevia a figura feminina hiperbólicamente, não poupando elogios excessivamente exagerados, influenciados também pelo excesso de admiração e sentimento do apaixonado.

Contudo, ao mesmo tempo que todos estes traços atraíam o sujeito poético, causando-lhe um estado de exaltação e admiração pela sua existência graciosa e primorosa, também tinham um forte impacto negativo.

O seu amor platónico é tão imensurável que desperta nele um grande sofrimento,desconcerto e inquitação porque não a consegue ter. A amada é inalcansável, impossível de conquistar e de ter nos seus braços. E então o sujeito poético fica rendido,preso às suas amarras. Não consegue libertar-se da afeição que tem por ela. Chega a ser até descrita como uma sereia que o faz entrar num estado de tormento devido ao seu poder de atração e,simultaneamente, destruidor.

A amada é a causadora do amor mas também da dor, havendo uma descrição paradoxal de sentimentos.

Tenho de admitir que achei interessante este contraste. É inquestionável que esta descrição do amor se demonstra intemporal, sendo que ainda hoje o amor é descrito como algo complexo, difícil de definir e com efeitos positivos e negativos.

Destaco agora o poema mais conhecido de Camões,”Amor é um fogo que arde sem se ver”, em que o poeta realiza tentativas infindáveis de encontrar uma definição para o que é o amor,recorrendo a diversos paradoxos (expressão duas ideias apostas relativamente a algo) que expressam toda esta incoerência do seu significado.

E não é verdade que nos podemos relacionar com isso?

Os sonetos de Camonianos não só falam de amor, abordam também o desconcerto pessoal com o destino, com a infelicidade e a impotência perante o rumo da vida. Abordam ,com cariz autobiográfico, uma reflexão sobre si,sobre as vivências que o tornaram num ser humano desgostoso consigo mesmo ou ,por vezes, pela perda da amada.

Por vezes descreve até a beleza e positividade da natureza  (Locus amoenus), dando enfâse, assim, à dissemelhança para com o seu estado anímico.

Afinal, como é que tudo em seu redor, toda a natureza, muda, evolui e ele continua num estado irremediável de tristeza?

 Podemos concluir que mudam-se os tempos,mudam-se as vontades, e , ainda assim, há sentimentos que não mudam. Luís Vaz de Camões pode ter sido um poeta do século XVI, mas ainda hoje “pegamos” nas obras que deixou para trás e identificamo-nos com o sujeito poético que tanto sofre como ama.

 

Espero que tenham gostado deste texto crítico,tentei expressar a minha opinião da melhor forma. Experimentem ler um pouco de Camões 😉

(Se quiserem utilizar o que escrevi atribuam créditos,por favor 🙂 )

~M

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s